• Eduardo oliveira moura neto

"Sal e luz".


A ação missionária e as boas obras são sal e luz no mundo,

O sal e a luz embora sejam elementos distintos em visibilidade, são essenciais para a vida,

O sal embora não apreceça, dá gosto e sentido aos alimentos, a vida,

A luz é visível, existe para iluminar, apontar caminhos, dissipar as trevas.


O sentido de ser cristão, é sermos "sal e luz no mundo".

O discípulo que não dá testemunho faz mal à Igreja e ao mundo, é sal estragado,

A questão é a qualidade "do sal, ou seja, o seu dar sabor".

O convite de Jesus aos seus discípulos é "ser" sal e não "fazer" é ser luz não "fazer-se luz.


Pode-se iluminar ou dar sabor só se é luz e sal, pois "o agir é consequência do ser".

O testemunho é a melhor forma de evangelizar,

Não é a pessoa do discípulo que tem que aparecer, ela é apenas sal,

O seu efeito, as suas ações em prol da vida, estas sim devem aparecer, ser luz.


Se alguém quer brilhar diante de Deus e neste mundo, pratique atos de amor e solidariedade,

Pois fazer o bem ao próximo também nos faz bem,

Quantos estão doentes com depressão, estressados, porque vivem para si, ocupados sem nada fazer,

Quando fazemos o bem ao nosso semelhante, somos os primeiros beneficiados pela ação.


Ser bom e justo é o caminho certo para que a glória de Deus nos acompanhe,

Glorificamos a Deus quando agimos, com bandade e misericórdia,

Quem age desse modo sente Deus mais próximo de si e isso o fotalece na missão,

Porém para que tudo isso aconteça, é preciso mudança de vida, conversão.


É preciso, a cada dia ser melhor e fazer melhor cada ato por mais simples que seja,

É nos pequenos atos que se revela a grandeza do ser humano,

Vamos deixar de lado o costume perverso de falar mal da vida alheia,

O primeiro passo para a conversão é o acolhimento de todos e o outro é a prática da humildade.


Fazer o bem sem querer status, e agir gratuitamente sem esperar nada em troca,

Fazendo com que a vida daqueles que já perderam o sentido volte a ter sentido,

Fazer sem aparecer, sem querer lugar de destaque e honrarias,

Viver infeliz, sem ver a beleza da vida, é viver na escuridão.


Quem devolve a alegria de ver e de viver a alguém está sendo sal e luz,

As boas ações precisam ser propagadas, evidenciadas,

Não se acende uma luz para colocar debaixo de uma vasilha,

Se acende uma luz para clarear, brilhar para todos.


As obras boas devem ser apresentadas para ser imitadas e nao para mostrar quem as fez,

Quem as praticou deve ficar oculto como o sal ou o fermento na massa,

Apesar de tantas coisas ruins sendo divulgadas, há muita coisa boa sendo praticada,

Há muita gente que é como o sal da terra e a luz do mundo, heróis anônimos.


Mas estão aí, no meio da massa, dando gosto e sentido à vida de muitos,

Ninguém é luz, por si próprio: é ligado a uma fonte, Jesus,

O que o sal é para a comida, o cristão deve ser para o seu semelhante,

Alguém que dá sabor à vida, com seu entusiasmo, seu otimismo, sua alegria nascida de Deus.


+ Fontinele

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo